quarta-feira, 25 de abril de 2018

Procuradoria da AL promove seminário sobre condutas vedadas aos agentes públicos em período eleitoral


A Procuradoria Geral e a Consultoria Legislativa da Assembleia, em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MA), realizaram, na tarde desta quarta-feira (25), no auditório Neiva Moreira, do Complexo de Comunicação, o Seminário Condutas Vedadas aos Agentes Públicos – Uma Visão do Legislativo. O objetivo foi orientar os servidores da Casa sobre o que pode e não pode ser praticado pelos agentes públicos, em ano eleitoral, no exercício de suas funções.

A mesa de abertura do evento foi composta pelo procurador geral da Assembleia, Tarcísio Almeida Araújo; deputado Carlinhos Florêncio (PCdoB), representando o presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto (PCdoB); procurador geral do Estado, Rodrigo Maia; chefe da Assessoria da Procuradoria Geral de Justiça, Justino da Silva Guimarães, representando o procurador geral de Justiça, Luiz Gonzaga Coelho; procurador regional Eleitoral, Juracy Guimarães; presidente da Comissão de Direitos Municipalistas da Ordem dos Advogados (OAB/MA), Antonio Veras; consultor geral da Assembleia, Aristides Lobão Neto.

“Na verdade, estamos replicando, na esfera do Poder Legislativo, um seminário promovido pela Procuradoria Geral do Estado, em março, no âmbito do Poder Executivo. O presidente da Assembleia, deputado Othelino (PCdoB), determinou que realizássemos também na Assembleia. Esperamos poder orientar os servidores desta Casa quanto as condutas vedadas pela legislação eleitoral. Esse é o nosso propósito, orientar os servidores, oferecer uma oportunidade para que dúvidas sejam esclarecidas e possam ter segurança em suas condutas”, esclareceu o procurador geral da Assembleia, Tarcísio Araújo.

Rodrigo Maia elogiou a iniciativa da Assembleia de realizar o seminário e lembrou que a Procuradoria Geral do Estado elaborou uma cartilha para os servidores, que foi distribuída aos participantes. “A presente cartilha visa orientar a Administração Pública do Estado do Maranhão quanto às proibições impostas aos agentes públicos pela legislação eleitoral e possui como norte a proteção do patrimônio público e o fomento à probidade administrativa como instrumentos para garantir a simetria de oportunidades e a lisura nas disputas eleitorais.

Para Aristides Lobão Neto, a iniciativa é válida e adequada ao momento que estamos vivendo. “É preciso que se conheça as regras eleitorais, o que pode e o que não pode ser praticado. Isso é de fundamental importância para os servidores desta Casa”, frisou.

As palestras

Coube ao subprocurador geral do Estado, Alexandre Cavalcante Pereira, proferir a primeira palestra, que teve como tema “Condutas Vedadas no Legislativo”. A coordenação foi feita pela subprocuradora da Assembleia, Tatiana Maria Pereira Costa, e teve como debatedores o presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB/MA, José Luis Gama, e o consultor legislativo constitucional da Assembleia, José Anderson Abreu Rocha.

Inicialmente, o subprocurador geral do Estado ressaltou que as normas foram estabelecidas com a intenção de restringir a atuação dos agentes públicos, no período eleitoral, e cumprir o princípio constitucional da isonomia entre os candidatos. Essas condutas, em geral, convergem para os casos abuso de poder político e de autoridade e visam compatibilizar os serviços públicos com os fins eleitorais”, explicou.

Alexandre Cavalcante disse que as condutas vedadas se aplicam a todos que ocupam cargo, emprego ou função pública e que elas se diferenciam quanto ao fator temporal. “Há condutas que podem ser praticadas o ano inteiro e outras, só a partir de determinado período. A maioria está inserida nos artigos de 73 a 77 da Lei Eleitoral 9.504/97, num rol taxativo. Todas estão ancoradas nos princípios da administração pública, contidos no artigo 37 da Constituição Federal”, complementou.

O juiz eleitoral do TRE/MA, Eduardo Moreira, na qualidade de palestrante, e o juiz federal Wellington Costa Pinto, representando o presidente do TRE/MA, Ricardo Duaillibe, e o diretor geral do TRE/MA, Flávio Costa, como debatedores, abordaram, no segundo painel, jurisprudências da Corte eleitoral maranhense relacionadas às condutas vedadas dos agentes públicos. A subprocuradora da Assembleia, Mirtes Gedeon, coordenou esse painel.

Os membros do TRE/MA esclareceram que a interpretação das condutas vedadas evolui, amadurece e sofre mutações. Foram relatados e comentados casos julgados dos municípios de Pinheiro, Satubinha, Urbano Santos e Ribamar, ocorridos nas eleições de 2016. “Cabe ao servidor ficar atento às condutas vedadas e ao período de incidência. As dúvidas devem ser esclarecidas para se evitar praticá-las”, advertiu Eduardo Moreira.

Polícias prendem quadrilha, apreendem armas e drogas e criminoso morre durante Operação em Chapadinha


Uma Grande Operação conjunta entre as Policias Militares e Civil visando o combate ao tráfico de drogas foi realizada na tarde desta quarta-feira (25) em Chapadinha. A Operação visava o cumprimento de Mandado de Prisão contra Santiago Ferreira do Nascimento, e busca e apreensão na residência de José Antonio Brito de Almeida, que resultou na apreensão de grande quantidade de drogas, apreensão de armas de fogo, dinheiro e na morte do criminoso Carlos Eduardo de Sousa Gomes, também conhecido como "Pop choque".

OPERAÇÃO

Na residência de José Antonio, localizada no parque Independência, possível ponto de vendas de drogas, ao avistar os Policiais Militares e Civis, Pop Choque efetuou dois disparos em direção aos policiais, que se abrigaram e revidaram a injusta agressão, onde dois disparos acertaram o tórax de Pop Choque, que foi socorrido e logo depois veio a óbito.

Foram presos durante a operação: Santiago Ferreira do Nascimento, Mateus Gustavo do Nascimento e José Antonio Brito de Almeida, foram apreendidos um revolver calibre 32, com duas munições intactas e duas deflagradas, uma garrucha municiada, três relógios de pulsos, grande quantidades de drogas embaladas pronta para consumo, R$ 201,00 em especie e outros objetos.

Esta Operação visa o enfrentamento a criminalidade em nossa cidade, parabéns a todos os bravos Policiais que não mediram esforço para o cumprimento do dever. Pop Choque já tinha inúmeros passagens pela polícia, o mesmo já havia sido preso por diversas vezes, por crimes diversos.

Do Blog Sala Vipp.

Homem é preso acusado de agredir a própria mãe em Vargem Grande

Imagem meramente ilustrativa.
Por determinação Judicial, foi recolhido na delegacia de polícia de Vargem Grande o senhor Reginaldo Pereira de 24 anos, residente na rua da piçarreira S/N, no bairro São Miguel.

Reginaldo é acusado de ingerir bebida alcoólica e, quando chega em casa, agride a mãe e ainda quebra tudo que ver pela frente. Em conversa com o titular deste Blog, o acusado disse que essa é a segunda vez que ele vai preso pelo mesmo motivo,que desta vez apenas empurrou o portão da casa e que não se lembra de ter espancado a própria mãe Dona Marines Pereira com quem o acusado vive.

Como a carceragem da delegacia de polícia de Vargem Grande está interditada, o acusado foi levado em uma viatura da polícia na tarde desta quarta-feira para o presidio de Itapecuru-Mirim.

Do Blog do Zé de Fátima.

Justiça determina que Câmara de Vereadores de Codó ajuste Portal da Transparência

Vereadores de Codó.
A Câmara de Vereadores de Codó terá o prazo de 30 dias para proceder à adequação do “Portal da Transparência” às exigências estabelecidas por lei, de forma que atenda ao que determina a Lei de Acesso à Informação Pública. A Câmara de Vereadores deverá tomar como parâmetro o Portal da Transparência da Câmara dos Deputados, detalhando, dentre outros itens obrigatórios, a relação de todos os vereadores e servidores, com nome, cargo (efetivo, comissionado, contratado, requisitado), remuneração e lotação, inclusive a especificação da verba de gabinete recebida pelos vereadores. O descumprimento da determinação, após a notificação, acarreta multa diária de R$ 1 mil.

A decisão tem a assinatura da juíza Flávia Barçante, respondendo pela 1a Vara da Comarca de Codó e a ação tem como autor o Ministério Público, visando à efetivação da política de transparência da Administração Pública, em conformidade com as determinações previstas na Constituição Federal e na legislação específica, no que se refere à adequação do Portal de Transparência, a fim de possibilitar à população maior amplitude no acesso às informações. O MP afirmou que o Portal da Transparência da Câmara de Vereadores de Codó está irregular, em descumprimento às disposições da Lei nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação) e da Lei Complementar nº 131/2009 (Lei da Transparência), tendo encaminhado Recomendação para que solucionasse a situação, porém a Casa não apresentou manifestação.

Na decisão, a magistrada cita que o representante Ministerial solicitou, inclusive, ao Centro de Apoio Operacional de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa (CAOP ProAd) da Procuradoria-Geral de Justiça, a realização de análise no sítio do Portal da Transparência da Câmara Municipal de Codó e os técnicos chegaram à conclusão de que o citado Portal não está adequado às regras da Lei nº 12.527/11 e ao art. 48 da LC nº 101/00. “As provas juntadas aos autos apontam que a parte requerida não vem cumprindo os parâmetros traçados pela recomendação ministerial, tampouco informando a razão de não fazê-lo”, diz a decisão.

Para o Judiciário, a prorrogação da decisão até análise do mérito, estando verificado flagrante desrespeito a normas que atinem à Supremacia do Interesse Público, importarria em maior prejuízo aos cidadãos codoenses, que passariam mais um longo período de tempo alheios à transparência das contas públicas, principalmente quando o seu pleno acesso por outros meios poderia vir a ser dificultado pelos gestores municipais.

Na decisão, a magistrada determinou, também, que a Câmara de Vereadores proceda à adaptação do Serviço de Acesso às Informações Públicas ao Cidadão para que esteja em conformidade com o disposto no art. 9º, I da Lei nº 12.527/2011, de modo a atender, incentivar e orientar o público na busca e efetiva análise das informações fornecidas, bem como informar sobre a tramitação de documentos e protocolo de requerimentos de acesso a informações. “Determino que as medidas sejam efetivadas no prazo de 30 (trinta) dias, a contar da intimação da decisão, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 1.000,00 (um mil reais), a qual será devida a partir do vencimento do prazo estabelecido para o cumprimento espontâneo, e revertida ao Fundo Estadual de Direitos Difusos.”, finalizou a juíza.

Responsáveis por documento ilegal praticaram ato individual e serão punidos, diz secretário Jefferson Portela

Entrevista coletiva sobre documento ilegal emitido à revelia da PM
O secretário da Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, afirmou nesta quarta-feira (25) que a sindicância aberta para apurar o documento ilegal com suposta determinação para identificar lideranças políticas vai apontar nominalmente os responsáveis pelo ato – sejam eles quantos forem. Ele acrescentou ainda que o documento, emitido sem o conhecimento do comando da Polícia Militar, não produziu nenhum efeito. 

“Todo servidor público sabe dos princípios que regem a administração pública, dentre eles a legalidade, a moralidade e a eficiência. Portanto, cada um de nós que pratica um ato deve sempre olhar se ele se adequa à legalidade e se não ofende a moralidade administrativa”, disse Portela durante entrevista coletiva. 

Ele acrescentou que “na vida pública, só podemos fazer o que a lei manda; nosso raio de ação é delimitado pela legalidade. Se alguém erra, responderá como servidor público do ponto de vista penal, cível e administrativo”. 

“Não cabe a comando inferior editar comandamento geral sem conhecimento do Comando da PM. Temos os nossos regramentos que nos impõem um modo de agir”, afirmou Portela, enfatizando que as responsabilidades serão apuradas de modo individualizado e nominal, para que o caso não fique sem a devida punição. 

Sindicância

Uma sindicância já foi aberta e está apurando as responsabilidades. O prazo é de 30 dias, mas o secretário afirmou que pediu maior brevidade na medida do possível, sem prejuízo das investigações.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Jorge Luongo, afirmou que a sindicância vai identificar os responsáveis pelo documento, de onde ele partiu e por que ele foi emitido. “Foi um ato ilegal tomado à revelia do Comando da instituição. A investigação chegará com certeza às pessoas que participaram desse ato”, disse. 

Sem efeitos

Tanto Portella quanto Luongo esclareceram que o documento ilegal não produziu efeitos. O ato, com a data do dia 6 de abril deste ano, só começou a circular no dia 9, com a determinação para que as informações fossem prestadas até o dia 10. Logo, não houve tempo para que pudesse ter sido produzido qualquer efeito. 

Um outro documento, do dia 19 de abril, foi anulado prontamente no mesmo dia, quando o caso chegou ao conhecimento do comando da PM. Ou seja, ambos os papéis ilegais de nada valeram. 

“De imediato, o coronel Luongo soltou nota oficial ainda no dia 19 declarando que era um documento ilegal e que, portanto, não era aceito pelo comando da PM, no mesmo dia 19”, contou Portela.

Prefeito Rodrigues da Iara garante patrulha mecanizada e kits de irrigação para Nina Rodrigues

Prefeito Rodrigues com o Superintendente Jones.
Por Blog do Alpanir Mesquita.

Na manhã desta quarta-feira (25), o prefeito de Nina Rodrigues Rodrigues da Iara esteve na sede da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em São Luís, para assinar o convênio da doação de uma patrulha mecanizada, composta por um trator, uma grade e um arado, e 40 kits de irrigação para o município.

Os benefícios para a população Ninense foram garantidos graças à emenda parlamentar do deputado federal Hildo Rocha, que tem sido um grande parceiro da administração municipal. A entrega oficial acontecerá neste sábado (28) em Nina Rodrigues na presença de Hildo e do Superintendente da Codevasf no Maranhão Jones Braga.

A Patrulha é destinada à prestação de serviços para pequenas e médias propriedades rurais, visando o aumento da produção e a diversificação dos sistemas produtivos, elevando a renda e consequentemente melhorando as condições de vida da população. As máquinas e tratores auxiliam no preparo, manejo e recuperação do solo das propriedades.

O equipamento doado pela Codevasf somará forças a Motoniveladora adquirida junto ao Governo do Estado, através de emenda do deputado Fábio Braga, no ano passado.

Motociclista morre em acidente de trânsito no Araçagi


SÃO LUÍS – Um motociclista foi arremessado em uma árvore e morto, após choque com um veículo na manhã dessa quarta-feira (25).

A motorista de um Sandero vermelho, identificada como Francisca de Assis Gomes dos Santos, moradora do Residencial Cidade Verde, em Paço do Lumiar, fazia o retorno na avenida dos Holandeses, a MA-203, no Araçagi, quando atingiu o piloto Israel de Jesus Lopes Melo, de 24 anos, que morava em Nova Jerusalém, em Paço do Lumiar.

Os dois veículos seguiam no mesmo sentido – Araçagi ao Olho-d’Água - , e o Sandero que vinha do lado direito tentou fazer a conversão. Neste momento, o motociclista que seguia pela esquerda foi atingido. A responsável pelo acidente foi detida pela Polícia Militar.

Do Imirante.

Após visita à Coelho Neto, Deputado Fábio Braga coloca em debate as reivindicações da população local

Deputado Fábio Braga em discurso na Assembleia.
Após visitar a cidade de Coelho Neto no último final de semana, o deputado Fábio Braga usou a tribuna da Assembleia Legislativa desta terça-feira (24) para destacar as principais reivindicações da população e representantes da Câmara Municipal da cidade.

Dentre as principais reivindicações estão a recuperação da MA-034, o funcionamento da Escola Justino Silva Bastos, o financiamento pelo Estado da UPA de Coelho Neto, além das demissões feitas pelo Grupo João Santos. “Farei os encaminhamentos necessários para que esses assuntos tratados na cidade de Coelho Neto tenham uma reposta em curto prazo de tempo”, afirmou Fábio Braga.

Segundo o deputado, uma das reivindicações mais exigidas é a implantação do Mais Asfalto nas ruas e avenidas de Coelho Neto. A população de Coelho Neto e cidades vizinhas também reivindicam a conservação da MA-034 - que vai do povoado Descanso em Caxias, até Palestina, povoado que fica entre Anapurus e Brejo, passando por Coelho Neto, Duque Bacelar, Buriti, e também que faz a ligação com algumas cidades do Piauí.

Ele afirmou que essa rodovia é de suma importância para o transporte de bens e de serviços públicos. “Os buracos nessa rodovia estão aumentando cada vez mais, em decorrência do período chuvoso. Além disso, ainda tem um agravante que é a falta de sinalização completa - tanto horizontal, quanto vertical na estrada - fazendo com que nesse pequeno trecho tenha aumentado o número de acidentes e o índice de criminalidade, devido às inúmeras paradas dos transportes de cargas, feitas por conta dos buracos. Muitos têm sido vítimas de assaltos na região”, acentuou.

Problemas antigos

Escola Justino Silva Bastos em Coelho Neto.
Outra reivindicação da população é a conclusão das obras na Escola Justino Silva Bastos, iniciadas na administração passada. A escola faz parte da rede estadual de ensino e a cerca de cinco anos teve que se deslocar para a Unidade Integrada Coelho Neto, por conta das obras. “Essa escola não foi concluída. Está quase no ponto de serem colocadas as salas de aula em funcionamento. E eu espero - como já falei para o secretário Felipe Camarão - que essa escola, havendo entendimento entre a Prefeitura e o Governo do Estado, possa funcionar em curto prazo de tempo, dando mais comodidade a professores e alunos da cidade de Coelho Neto”, conta o deputado.

Em relação ao Grupo João Santos, o que a população pede é que sejam pagas as indenizações dos funcionários que foram demitidos. “O Grupo João Santos, nos últimos anos, demitiu uma quantidade imensa de funcionários e não pagou a indenização.  Isso tem causado transtorno às famílias de Coelho Neto, como o endividamento no comércio local e, também, a falta de cumprimento dos seus afazeres domésticos”, concluiu Fábio Braga.

Mais Asfalto requalifica ruas e avenidas de São Luís Gonzaga do Maranhão

Mais Asfalto em São Luís Gonzaga.
A cidade de São Luís Gonzaga do Maranhão, localizada na região do Médio Mearim, recebe mais uma etapa do programa Mais Asfalto. Desta vez, serão aproximadamente 4 quilômetros de ruas e avenidas requalificadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra). A ordem de serviço foi assinada, na última sexta-feira (20), durante solenidade com a presença do governador Flávio Dino, do secretário da Infraestrutura, Clayton Noleto, e do prefeito Dr. Júnior.

“O governo Flávio Dino tem investido em todas as regiões com o programa Mais Asfalto, que é uma parceria com as prefeituras que vem dando certo. O Mais Asfalto, além de retirar a poeira e lama da porta da casa das pessoas, gera emprego e renda para as cidades, pois os colaboradores também são de lá. E é assim que o governador vem transformando a realidade do Maranhão”, declarou Clayton Noleto.

Logo após a assinatura da ordem de serviço, as máquinas começaram o trabalho na Avenida São Benedito, no Centro. Na última etapa do Mais Asfalto em São Luís Gonzaga do Maranhão, foram requalificados 3 quilômetros de vias.

Durante a visita a São Luís Gonzaga do Maranhão, o governador Flávio Dino falou dos investimentos da gestão estadual na cidade e anunciou o início do projeto de pavimentação da MA-247, que liga Trizidela do Vale a São Luís Gonzaga do Maranhão. Uma reivindicação de décadas da comunidade do Médio Mearim.

“Aqui nós já entregamos vários investimentos, e dando continuidade a esse programa de apoio, temos o início do projeto, que é o primeiro passo para que a sonhada pavimentação da rodovia que liga Trizidela do Vale a São Luís Gonzaga do Maranhão possa se concretizar. Quero agradecer ao povo de São Luís Gonzaga”, comentou Flávio Dino.

Mais investimentos

No último fim de semana, o governador Flávio Dino também esteve em Olho D’Água das Cunhas e Alto Alegre do Maranhão onde assinou ordem de serviço para melhorias através do Mais Asfalto. São quase 10 quilômetros nos dois municípios.

terça-feira, 24 de abril de 2018

Colisão frontal deixa um morto e um ferido na BR-230 em Balsas

Motociclista morto no acidente.
Por volta das 07h30 da manhã de segunda-feira (23), no km 413 da BR 230, no município de Balsas-MA, uma colisão frontal ocorrida entre uma motocicleta e um veículo de carga resultou na morte de um motociclista e deixou outro gravemente ferido.

As duas motocicletas trafegavam sentindo Riachão - Balsas (decrescente) e um caminhão vinha sentindo Balsas - Riachão  (crescente), quando o condutor de uma das motocicletas foi realizar manobra de ultrapassagem e teria encostado no guidão da outra motocicleta.

Veículo de carga.
O motociclista que tentou efetuar a ultrapassagem perdeu o equilíbrio invadiu a pista contrária colidindo frontalmente com o caminhão. O outro motociclista se desequilibrou caindo na mesma pista que trafegava e sofreu lesões, sendo encaminhado ao HBU.

Após o choque frontal um dos semi-reboques carregado com soja tombou. A pista foi limpa e liberada ainda na manhã de segunda-feira. Vítima fatal do acidente: Wesley Christian e Silva Ferreira, 20 anos.
Moto após o acidente.
Fonte: PRF

Tri-campeão mundial de Jiu-Jitsu é assassinado após briga de trânsito em São Domingos do Maranhão


Nesta terça-feira (24), o tri-campeão mundial de Jiu-Jitsu, Tiago Guma, 29 anos, morreu após ter sido alvejado com tiros de arma de fogo. O caso ocorreu, por volta das 8h, na cidade de São Domingos do Maranhão.

Uma briga no trânsito teria motivado o crime contra Tiago Guma. Um suspeito que conduzia uma motocicleta se desentendeu com o atleta, disparando contra ele. A vítima foi encaminhada para Hospital Socorrão de Presidente Dutra, mas não resistiu aos ferimentos.

A polícia foi acionada e segue investigando o caso e em busca do suspeito. Tiago era casado e atualmente era professor de Jiu-Jitsu.

Do Portal MA 10.

Integrantes do Bloco Couro de Bode distribuem roupas e cestas básicas em Vargem Grande

Por Blog do Alpanir Mesquita.

Durante o último sábado (21) integrantes do tradicional bloco carnavalesco vargem-grandense Couro de Bode estiveram no bairro Vila Daniele, na periferia de Vargem Grande, distribuindo roupas e cestas básicas aos moradores. A manifestação de solidariedade visa ajudar os conterrâneos afetados pelas chuvas.

Vejam algumas fotos:




Maratona de Vingadores no Rio Anil Shopping

Depois de 6 anos do primeiro encontro dos heróis da Marvel, mundialmente conhecidos como Os Vingadores, nas telonas ao redor do planeta, chegou o dia que os fãs espalhados por todos os países tanto esperavam. Nesta quinta-feira (26), o lançamento internacional de “Os Vingadores – Guerra Infinita” vai levar aficionados pela trilogia às salas de cinema desde os primeiros minutos da madrugada. A pré-estreia mundial está marcada para 00h01, com um filme dublado (restam menos de 20 lugares), e para 00h05 com a versão legendada.

O novo longa, dirigido pelos irmãos Joe e Anthony Russo, mistura muita ação, aventura e ficção em 156 minutos de pura adrenalina. A história narra o momento em que o vilão Thanos chega à Terra, disposto a reunir as Joias do Infinito. Para enfrenta-lo, os Vingadores precisam unir forças com os Guardiões da Galáxia. Assim como “Guerra Infinita”, os outros filmes da trilogia também são recheados de mistério e ação que prendem os espectadores às poltronas por mais de duas horas. Ninguém reclama, afinal, fã que é fã assiste incansavelmente quantas vezes por preciso.

Pensando nisso, o Cinesystem, no Rio Anil Shopping, em São Luís, vai promover uma verdadeira maratona de heroísmo para quem quer refrescar a memória sobre as lutas do passado, ou simplesmente para quem nunca assistiu aos filmes e agora quer entender a saga. O primeiro filme da trilogia, Os Vingadores”, lançado em 2012, será exibido na sala 6, na versão dublada, às 17h20 desta quarta-feira (25). Quando o filme acabar, só vai dar tempo de renovar o baldinho de pipoca, pois às 20h20 começa a exibição do segundo filme da trilogia, Vingadores – Era de Ultron, na mesma sala, também com dublagem em português.

Quando já estiver se sentindo um verdadeiro Vingador, o fã dos heróis da Marvel vai finalmente conhecer o que o estúdio preparou em “Guerra Infinita”, que terá uma segunda parte lançada em maio de 2019, segundo anúncio da própria gravadora. O filme, que será exibido em 3D nas duas versões, dublado e legendado, tem classificação indicativa de 10 a 12 anos. Depois da pré-estreia na madrugada de quinta, o Cinesystem manterá o longa-metragem na programação em 3 horários: 14h, 17h10 e 20h20.

Para mais informações, basta baixar o aplicativo do Rio Anil Shopping no smartphone ou tablet. Outra opção é acessar o site do shopping: http://www.rioanil.com.br/cinema e escolher a melhor sessão. Os ingressos custam R$26 (inteira); estudantes, crianças, idosos e pessoas com deficiência pagam meia-entrada.

Jefferson Portela presta esclarecimentos ao presidente da AL sobre suposto envolvimento da PM em monitoramento

Reunião na Assembleia Legislativa.
Na tarde desta segunda-feira (23), o secretário de Estado da Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, reuniu-se com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), para esclarecer denúncia de suposto envolvimento da Polícia Militar em monitoramento de políticos adversários do governo Flávio Dino, juízes eleitorais, representantes do Ministério Público e delegados do interior, cujo comportamento poderia comprometer o processo eleitoral. O secretário estava acompanhado do comandante geral da PM, coronel Jorge Luongo. Os deputados Rogério Cafeteira (DEM), líder do governo na Assembleia Legislativa, e Glalbert Cutrim (PDT), acompanharam a reunião.

Sobre o suposto memorando que teria sido expedido às unidades da PM do interior, cuja autoria é atribuída ao tenente-coronel Emerson Farias Costa, subchefe do Estado Maior do Comando de Policiamento do Interior do Estado, o secretário Jefferson Portela disse ter sido um “erro gravíssimo”.

“Eu determinei a imediata exoneração dos responsáveis por essa nota. Não há como permanecer na direção de um controle de processo eleitoral quem emite uma nota como essa”, disse Portela.

Conforme o secretário, a nota contraria as regras da democracia. De acordo com ele, o documento não passou pelo Comando Geral da PM. Ele disse, também, que o governador Flávio Dino ficou bastante indignado ao tomar conhecimento do fato.

“Estou aqui esclarecendo tudo ao presidente da Assembleia Legislativa, para que o parlamento do Maranhão tome conhecimento da situação. Determinei a instauração de uma sindicância e todos os culpados deverão ser punidos, exemplarmente”, garantiu Jefferson Portela.

Lava Jato faz buscas nos gabinetes do deputado Eduardo da Fonte e do senador Ciro Nogueira, do PP

A Polícia Federal (PF) cumpriu mandado de busca nesta terça-feira (24) nos gabinetes e também nos apartamentos funcionais do deputado Eduardo da Fonte (PP-PE) e do senador Ciro Nogueira (PP-PI), presidente nacional da legenda.

O mandado foi autorizado pelo ministro Edson Fachin, relator dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). A operação foi deflagrada em conjunto com a Procuradoria Geral da República.

Senador Ciro Nogueira.
A PF também cumpriu mandado de prisão contra o ex-deputado Márcio Junqueira, de Roraima. Ele foi preso em Brasília. O G1 falou com um advogado de Junqueira em Roraima, mas ele disse não atuar no caso que resultou na prisão. A reportagem continua tentando contato com a defesa do ex-deputado.

As investigações apuram uma suposta tentativa de obstrução de Justiça. De acordo com investigadores, Eduardo da Fonte e Ciro Nogueira são suspeitos de comprar o silêncio de um ex-assessor do senador que vem colaborando com a Justiça. O assessor detalhou que recebia o pagamento em espécie e quem repassava o dinheiro era o ex-deputado Márcio Junqueira.

Segundo investigadores, o ex-assessor colabora com diversas investigações no âmbito da Lava Jato e teria sido ameaçado de morte. Por conta das ameaças, ele foi incluído no programa de proteção à testemunha. A PF cumpriu oito mandados de busca e apreensão – todos em endereços ligados aos três alvos da operação desta terça-feira.

Defesa do senador Ciro Nogueira

A defesa de Ciro Nogueira disse, por meio de nota, que acompanhou as buscas da PF na casa e no gabinete do senador. A defesa afirmou, ainda, que desconhece as razões da determinação judicial.

"É certo que o Senador sempre se colocou à disposição do Poder Judiciário, prestando depoimentos sempre que necessário e, inclusive, já foi alvo de busca e apreensão. Continuará a agir o Senador como o principal interessado no esclarecimento dos fatos", disse o advogado do senador.

Segundo a assessoria do senador, ele está em missão oficial em Bruxelas, na Bélgica, participando de um evento da Organização Mundial do Comércio (OMC) de 24 a 26 de abril.

Defesa do deputado Eduardo da Fonte

O deputado Eduardo da Fonte disse que está à disposição da Justiça. "Estou à disposição da Justiça sempre. Confiamos nela e em Deus", afirmou por meio de sua assessoria.

Segundo a PF, o deputado Eduardo da Fonte estava em seu apartamento em Recife, na praia de Boa Viagem, e acompanhou o cumprimento do mandado de busca e apreensão pela Polícia Federal. Quatro policiais federais participaram da ação. O material apreendido será levado para Brasília, inclusive um telefone celular do parlamentar.

A Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados informou que acompanhou a operação de busca e apreensão no gabinete e no apartamento funcional do deputado.

Do G1.