terça-feira, 17 de julho de 2018

Deputado Adriano Sarney teve prejuízo de R$ 70 mil no "Golpe do WhatsApp"

Deputado estadual Adriano Sarney.
Foto: Agência Assembleia.
Por Blog do Alpanir Mesquita.

Nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (17) equipes da polícia civil e da polícia federal deflagraram Operação Swindle, com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via aplicativo de trocas de mensagens (WhatsApp) (reveja).

De acordo com o delegado Odilardo Muniz, do Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos, da SEIC, o bando aplicou o golpe em diversos deputados estaduais e federais, em especial do Maranhão. Ministros do Governo Temer também foram alvo.

Apontado como líder da quadrilha, Leonel Pires Júnior foi preso em um condomínio de alto padrão localizado no Parque Shalom, em São Luís. Com ele foram apreendidos dois carros de luxo, uma BMW e uma SW4. Outras seis pessoas, usadas como laranjas nos crimes, também foram presas na manhã desta terça-feira.

Ainda segundo o delegado Odilardo Muniz, umas vítimas foi o deputado estadual Adriano Sarney, neto do ex-presidente da República José Sarney, que teve prejuízo de R$ 70 mil. Na época, no dia 25 de maio, o parlamentar distribuiu nota à imprensa informando o fato, mas o estelionatário foi mais rápido.

Veja parte da entrevista do delegado:

Um comentário:

  1. cezarscan7@gmail.com19 de julho de 2018 09:23

    DIREITO DE RESPOSTA



    Com fulcro no § 1, Art. 2 da Lei 13.188/2015, solicito direito de resposta face postagem ocorrida no dia 17 de julho do corrente ano, intitulada Deputado Adriano Sarney teve prejuízo de R$ 70 mil no "Golpe do Whatsapp"

    (http://alpanirmesquita.blogspot.com/2018/07/deputado-adriano-sarney-teve-prejuizo.html),

    vimos esclarecer o seguinte:



    1 – O deputado estadual Adriano Sarney não depositou nenhuma quantia para os golpistas, conforme está transcrito na fala do delegado Odilardo Muniz.



    2 – O título da postagem insinua que o golpista teria levado 70 mil reais do deputado Adriano Sarney. Esta informação não procede.



    3 – Os golpistas clonaram o telefone celular do deputado e pediram vantagens utilizando o nome do parlamentar


    Atenciosamente,

    Adriano Sarney, deputado estadual

    ResponderExcluir