terça-feira, 4 de agosto de 2020

Absurdo! Empresário irmão de pré-candidata a prefeita de Presidente Vargas tentou receber auxílio emergencial

Júnior e a irmã Fabiana.
Por Blog do Alpanir Mesquita.

O empresário Sebastião Figueiredo Mendes Júnior, o Júnior Figueiredo, irmão da procuradora federal e pré-candidata a prefeita de Presidente Vargas Fabiana Mendes, tentou receber o auxílio emergencial no mês de abril. 

Como todos sabem, o benefício financeiro no valor de R$ 600,00 é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus (Covid-19).

Acontece que Júnior Figueiredo, filho do ex-prefeito Sebastião Figueiredo, não se encaixa em nenhuma dessas condições, visto que, nasceu em berço de ouro e é proprietário de uma pousada no bairro Ponta do Farol, em São Luís, um dos metros quadrados mais caros do Maranhão, e também é dono de uma loja de aluguel de veículos.
Auxílio emergencial negado.
O empresário só não recebeu o dinheiro, que certamente faria falta na mesa de alguém que realmente necessita, porque teve a solicitação negada, conforme mostra o print acima. O valor foi retido por divergências cadastrais. Certamente os dados foram cruzados com a sua declaração de imposto de renda e/ou outros mecanismos utilizados pelo governo federal.

Nas redes sociais, Júnior é ferrenho crítico do Partido dos Trabalhadores e do ex-presidente Lula, fazendo clara campanha contra a corrupção e a favor do Bolsonarismo. O mesmo acontece quando defende o nome da irmã, pregando a moralidade, principalmente pelo cargo que a mesma ocupa, mas o que se vê por trás dos panos é totalmente diferente. Para se ter ideia, recentemente ele fez uma publicação dizendo que os recursos públicos devem ficar nas mãos dos mais humildes, mas tentou usurpar a verba federal.

Um verdadeiro absurdo!

5 comentários:

  1. Esse aí só fala em honestidade kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e ta dizendo que é mentira eita porra

      Excluir
  2. Vergonga!Tem que pagar pelo fato.

    ResponderExcluir
  3. Vergonha, tem que pagar com cadeia.

    ResponderExcluir
  4. Esse não recebeu porque não deu certo,,! Mas teve muitos outros que recebeu, inclusive funcionários público....

    ResponderExcluir