segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Rapidinhas da Câmara Municipal de Vargem Grande

Câmara Municipal de Vargem Grande.
Por Blog do Alpanir Mesquita.

SESSÃO

Na última sexta-feira (15) a Câmara Municipal de Vargem Grande deu início aos trabalhos legislativos do ano de 2019. A sessão foi comandada pela nova Mesa Diretora, liderada pelo presidente Washiws Gleyy Braga da Silva, do PSDB, e era aguardada por toda população, em especial devido a votação dos projetos de lei para contratação temporária. As dependências da Câmara ficaram completamente lotadas. A intenção era pressionar os vereadores de oposição a não sair da sessão, como fizeram por duas vezes no fim do ano passado.

SECRETÁRIOS
Mesa Diretora com os secretários.
Os secretários municipais Thiago Braz e Nicoly Mesquita, de Educação e de Saúde, respectivamente, estiveram presentes representando o prefeito Carlinhos Barros e levaram a mensagem ao legislativo. Eles compuseram a Mesa no início dos trabalhos. O padre Neves também participou.

PROJETOS

A votação dos projetos para contratação temporária nas áreas de Saúde, de Educação e de Assistência Social era sem dúvidas o momento mais aguardado por todos. A votação, que era para ter sido realizada ainda em dezembro, mas os vereadores de oposição sempre saíam do plenário para não votar, demandou grande tempo. A discussão foi longa e só foi finalizada por volta das 16h, sendo que a sessão havia iniciado às 9h30.

EMENDAS

Liderados pelo vereador Jociedson de Aguiar, a oposição formada pelo conhecido G7 apresentou uma série de emendas modificativas ao projeto original enviado pelo Executivo, resultando em uma diminuição de pouco mais de 100 cargos. Não se sabe qual critério utilizado por eles para deixarem tantos vargem-grandenses sem emprego, o que se sabe é que eles não podem cobrar a gestão se futuramente faltarem profissionais em postos de saúde, por exemplo.

PRESIDENTE
Washiws Gleyy Braga da Silva.
Por falar em Jociedson, ficou claro para todos que ele é quem dará o tom das sessões durante os próximos dois anos. O parlamentar foi eleito para o cargo de 1º Secretário, mas em dado momento foi até confundido com o Presidente, de tanto que comandava os trâmites. Após questionamentos dos colegas de quem era o presidente, o vereador Braga pediu respeito e se impôs como comandante da Casa. Menos mal...

VAIAS
Grande público.
O vereador Jocieson também foi alvo, por diversas vezes, de vaias por parte da galeria. Um dos momentos foi quando o parlamentar chamou a população vargem-grandense de burra. Você concorda?

FARID TRABULSI
Farid Trabulsi.
O vereador Farid Trabulsi pediu coerência aos colegas, pois nos anos anteriores sempre votaram os projetos de contratações e agora, que se anunciaram oposição ao prefeito, estavam boicotando.

DIEGÃO DA MADEIREIRA
Discurso do vereador Diegão.
O vereador Diegão da Madeireira usou a tribuna e arrancou aplausos da multidão que lotou a galeria da Câmara. Em sua fala, o parlamentar praticamente implorou que os vereadores votassem e aprovassem os projetos de contratações temporárias, pois quem estava sendo prejudicada era a população carente, em especial a da zona rural. Talvez tenha sido esse apelo que fez com o projeto fosse aprovado, com emendas, mas aprovado. Vejam o discurso abaixo:



GERMANO BARROS
Germano Barros.
O ex-presidente Germano Barros criticou o programa de rádio apresentado por Jociedson diariamente, pois segundo Germano, a programação é apenas para criticar de forma pessoal a família Barros e os aliados do prefeito.

TRABULSINHO
Trabulsinho.
O vereador Trabulsinho estreou na tribuna de forma o tanto quanto zangada. Com um tom bastante duro e demonstrando muita raiva, Trabulsinho fez questionamentos ao vereador Diego, em especial relacionado a doação de uma canoa no povoado Cacimbas, área de atuação de Trabulsi. Também foi alvo o secretário municipal de Comunicação Oneilson Sérgio, ao qual o parlamentar diz estar denegrindo sua imagem. Mas, o 'caldo engrossou' mesmo pro lado do ex-presidente Germano Barros, principalmente com relação a assuntos referentes ao repasse para Câmara. Dinheiro é coisa que dá briga...

LUZILVAN MONTEIRO
Luzilvan Monteiro.
O vereador Luzilvan Monteiro usou a palavra para rebater, de maneira forte, diga-se de passagem, atos de Jociedson e de parte do sindicato dos servidores municipais contra sua pessoa. Com vasta documentação, Monteiro mostrou que o colega vereador, a ex-presidente do sindicato Edna Espíndola e o atual presidente José Carlos receberam gratificações dos governos Miguel e Edvaldo de maneira irregular. Os valores ultrapassam os R$ 30 mil para cada um. Também foi pauta a denúncia feita pelo Ministério Público de que Jocieson recebeu mais de R$ 100 mil por meio de uma matrícula de professor irregular. Ao longo da semana falaremos mais sobre o tema.

JOCIEDSON DE AGUIAR
Jociedson de Aguiar.
Finalizando o grande expediente, já por volta das 18h, o vereador Jociedson de Aguiar usou a tribuna para se defender do discurso proferido por Luzilvan, dizendo que não tem bens materiais e que é alvo de perseguição. Lembrou ainda que lhe foi oferecido vultuosa quantia em dinheiro durante eleição para Mesa Diretora, ao qual, segundo ele, recusou. Só faltou dizer quem ofereceu e provar.

SESSÃO EXTRAORDINÁRIA

Chamou atenção a convocação de uma sessão extraordinária para esta quarta-feira (20), a fim de apreciarem pedidos para que membros do governo municipal compareçam à Câmara e respondam questionamentos dos vereadores. Os alvos foram os secretários Oneilson (Comunicação) e Cassiane (Meio Ambiente) e o presidente do IMAP Naldo Santana. Para votarem os projetos de contratação não realizaram sessão extraordinária de maneira alguma e deixaram a população padecer... Vai entender, né?

MUDOS

Os vereadores oposicionistas Chaguinha do Bala, Chico do Zé Pedro e Célio Mendes entraram mudos e saíram calados.

SEGURANÇA
Equipe da Polícia Militar.
Apesar do grande número de pessoas e dos ânimos exaltados, não foi registrado nenhum caso de agressão física, vandalismo a prédio público ou qualquer outro incidente, tudo isso graças a presença da Polícia Militar e da Guarda Municipal. Segundo o 1º Tenente Rios, estavam presentes policiais militares de Vargem Grande, de Nina Rodrigues e de Presidente Vargas, todos sob seu comando.

TRANSMISSÕES

A volta das transmissões das sessões foi bastante comemorado. Ponto positivo!

Fotos: Alemão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário