CAMPANHA IPVA+MOTO LEGAL

CAMPANHA IPVA+MOTO LEGAL

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Maranhão ajuda a puxar alta de empregos com carteira assinada no Nordeste

O Maranhão teve o segundo maior saldo de empregos com carteira assinada no Nordeste no mês de julho. Foram 1.567 vagas, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. É o terceiro mês seguido que o trabalho formal aumenta no estado.

Embora tenha 12,25% da população do Nordeste, o estado gerou 23,5% do total de vagas em julho. O Maranhão criou mais vagas per capita do que a média da região. O Nordeste tem 57,1 milhões de habitantes, de acordo com o IBGE. Em julho, todos os estados da região criaram juntos 6.641 empregos formais. Isso significa um emprego gerado a cada 8.598 pessoas. 

O Maranhão tem 7 milhões de habitante e gerou 1.567 postos. Isso significa um emprego gerado a cada 4.467 pessoas. Ou seja, a média do Maranhão é quase o dobro da verificada no conjunto do Nordeste. 

O desempenho maranhense também é melhor que a média nacional. O Brasil tem 207 milhões de habitantes e criou 35.900 vagas em julho. Uma a cada 5.766 pessoas.

“Neste cenário, o Maranhão se destaca tendo o setor da construção civil como um dos maiores geradores de empregos. Tudo acontece de forma paralela à política de investimentos do governo Flávio Dino também, que é um dos maiores contribuintes para este cenário mais animador no Estado”, disse o economista e presidente do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos (Imesc)", Felipe de Holanda ao lembrar que a Construção Civil puxou o desempenho positivo, com 1.027 vagas e a Indústria gerou outras 454 vagas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário