ANTES NÃO TINHA, AGORA TEM

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Fábio Braga destaca a importância da criação da Universidade Estadual da Região Tocantina



O presidente da Comissão de Educação, Cultura, Desportos, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa, deputado Fábio Braga (SD), ocupou a tribuna, na quinta-feira (27), para falar da importância da criação da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL), uma iniciativa do governador Flávio Dino (PCdoB), aprovada por ampla maioria do poder Legislativo na quarta-feira (26). 

O parlamentar destacou que a Assembleia aprovou o Projeto de Lei que cria a UEMASUL, depois de relevantes debates sobre a importância e a necessidade de se regionalizar a Uema, e ressaltou o clamor da população da região Sul Maranhense que terá, a partir de agora, uma instituição de ensino com autonomia e com estrutura acadêmica. 

Para Fábio Braga,  questões sobre a criação da  UEMASUL foram levantadas, pois alguns colegas queriam saber se houve discussão no meio acadêmico sobre a nova universidade. “Uma dúvida que tem que ser esclarecida é que Imperatriz merece e tem como acolher mais uma instituição de ensino”, disse. 

GRANDE IMPERATRIZ 

Em sua fala, Fábio Braga informou que Imperatriz é a capital da Região Metropolitana Sudoeste Maranhense, criada por força da Lei Complementar 89/2005, que engloba os prósperos municípios de João Lisboa, Senador La Roque, Buritirana, Davinópolis, Governador Edison Lobão, Montes Altos e Ribamar Fiquene.

Fábio Braga informou ainda que a região tem uma população de mais de 430 mil habitantes e uma renda per capita de pouco mais de R$ 19 mil, tornando-se o segundo PIB do Maranhão e um dos maiores do País. “Além dos Campi da UFMA e do CEUMA, Imperatriz conta com outras universidades particulares”, comentou. 

“Além de ser o maior entroncamento econômico e comercial do Estado do Maranhão, a cidade de Imperatriz está bem localizada. As regiões Sul Maranhense, Sul do Pará e Norte do Tocantins podem transformar Imperatriz em dois grandes polos do Estado do Maranhão: um comercial e outro educacional”, prevê Fábio Braga. 
                                   
POLO EDUCACIONAL
 
Na avaliação do parlamentar, a partir do momento em que a UEMA e as demais instituições implantarem suas instalações em Imperatriz, a cidade transformar-se-á em um polo educacional, atraindo jovens do Maranhão, do Tocantins, do Piauí e do Pará com o objetivo de fazerem cursos de graduação e pós-graduação. 

Na ocasião, Fábio Braga parabenizou a população de Imperatriz e pediu para que todos fiquem vigilantes para a qualidade do ensino ministrado pela UEMASUL. “Vai depender da população a avaliação das universidades da cidade de Imperatriz nos rankings das melhores do Brasil”, alertou. 

Concluindo, Fábio Braga ressaltou que vai depender da comunidade acadêmica a transformação da Região Sul do Maranhão em um verdadeiro celeiro, produtor de grandes mentes, como também de intelectuais, o que certamente trará mais desenvolvimento para a próspera região. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário